Digital Disruption

“Digital Disruption” expressão americana e que no português pode ser traduzido como “Disrupção Digital” ou “Transformação Digital”

Atualmente estamos vivendo um processo de transformação na sociedade, mas principalmente no setor de negócios. Empresas do mundo inteiro estão modificando suas atividades tendo como base a tecnologia.

De acordo com dados da consultoria do mercado de tecnologia da informação e telecomunicações, IDC:

até 2017, um em cada três CEOs das 3 mil maiores companhias da América Latina vai colocar a transformação digital como principal pilar de sua estratégia corporativa.

A compreensão de como a tecnologia está transformando as indústrias e de como os líderes e as organizações podem responder a essas mudança é o que chamamos de “Digital Disruption”.

Segundo o jornalista Sérgio Julpas, “Disrupção Digital” é o processo de transformação radical, intensa e muitas vezes explosiva que a mídia vem sofrendo desde a chegada da internet em mercados que estavam sedimentados e lucrativos havia muitas décadas.

A maioria das empresas, se não todas, estão em busca de um modelo de negócio disruptivo, uma tecnologia disruptiva, o problema é que elas não fazem a menor ideia de como alcançar isso. A Cisco Systems realizou uma pesquisa que mostrou que o conceito de Digital Disruption vai derrubar 40% das empresas tradicionais em cinco anos. Essas organizações serão impactadas por não conseguirem atualizar seus modelos rapidamente para acompanhar as transformações de mercado.

De acordo com a pesquisa, 45% das empresas não acredita que o tema mereça a atenção.

Mas afinal o que é Digital Disruption?

É a ruptura de antigos modelos de negócio ou evoluções que modificam o cenário empresarial, e transforma essas inovações em vantagem competitiva, presença digital e em retorno para o negócio.

Um exemplo recente de Digital Disruption é o Uber, aplicativo que fornece um serviço de transporte particular, tornado-se rival dos táxis. Afinal, não é apenas um aplicativo que chama os carros, o ponto essencial do serviço é a rastreabilidade, as avaliações e a experiência oferecida durante a corrida.

A chegada da Netflix, que oferece filmes por demanda através de streaming, também é um bom exemplo. A empresa inovou o mercado e deixou as companhias de TV por assinatura e locadoras em alerta. O consumidor, antes forçado a assistir apenas a programação disponível, agora opta pelo que realmente deseja ver e a hora que ele quiser.

Você já parou para pensar no que sua empresa está fazendo para mudar o negócio? Inove e conte com a Sthima para transformar suas ideias em realidade!

admin
Leave a Reply